Patio de los Arrayanes    Alhambra

PATIO  DE  LOS  ARRAYANES
ALHAMBRA - GRANADA

2001  - 2009
112 X 62 cm.

                                                                                                                                     
De Mirtos cheio. Cheire, cor preta da baga, flor branca e verde da folha.
Ciudadela, torre vijía escondida de maneira harmoniosa, esculpida em tijolo mil noites desejadas.
Acabamento riqueza, arabesco que se espalha água e é um reflexo de séculos de luz imperecível.
Cheiro que intoxica, perfume de idilos, encontros.
Seduz, seqüestrado em um mundo protegido.
Até aqui as lamentações não chegam, tudo é silêncio.
Um vôo de sedas transporta nosso espírito nos sentindo a partir daquele momento.
E quando a hora do dia fica escura, o feitiço continua.

   Dr. Abad.

.
. .
239