Partido socialista

P.  S.  0.  E
1990
75 X 34 cm.

                                                                                                                                         
Quando deixei minha imaginação correr, usei um papel e um lápis, com eles e, sem pensar, esperava ver setas e linhas vinculadas que serviam de hastes para pequenas flores.
E quando essa pintura começou a ser, eu já sabia que seria uma daquelas que se chamam de favoritas.
Quando eu vejo, eu sempre digo: como é simples, é tudo o que há para expressar! Sua singularidade é identificada com a minha concreção, linhas básicas em cores brilhantes e tão sugestivas que no primeiro olhar eu sei que está claro.
Destes últimos trabalhos, sem dúvida, é único e eu adoro isso.
O jugo e as flechas permaneceram como o arco desconfortável que atordoa, mas é admitido como necessário em certos eventos sociais. As regras de bom uso têm isso em mente. E como as coisas da vida acontecem, em oito anos é o punho que domina a liberdade.
É tudo um, surge de um mundo em neblina, mãos mortas, mortos-vivos que gemem por um suspiro. Um cemitério
Cem anos são sua prisão, mão agarrada que perde sua força vital, já é cadáver.
Pétalas que se perdem.
A bola pesada, um prisioneiro, carga que se arrasta por seus erros, serão aqueles que a transformam em cinzas.
Idéias, comportamentos O tempo elimina as diferenças.

MONCHOLC, até hoje. P.110.
                     Dr. Abad

.
.
.
216