Mendicidad

MENDICIDAD
1996-2010
40 X 54 cm.


Quantas vezes quando viaja.
Entre a dignidade de quem espera que sua situação mude e esquecimento em uma personalidade dissociada que perdeu tudo claro.
Histórias mal orientadas. Mora distante. Falta de apoio, desespero no túnel do abismo.
Sorrisos forçados de uma só vez se transformaram em lágrimas.
Calor de álcool e não de casa. Eles buscam em sua decrepitude vaidosa ajuda daqueles que desviam o olhar.
Árvores desnutridas da vida. Jogo miséria, objetivo de caridade adulta nas mãos de crianças que não entendem mais
Que moeda para os pobres.
Cinza firme, mundo de calçadas. Cantos ocupados, cartazes que aliviam as explicações.
Uma espiral que se estende à medida que o bem-estar cresce. Dois linhas ligadas que não vêem um começo ou fim.

                   Dr. Abad

.

.
244