Las cloacas del poder

LAS  CLOACAS  DEL  PODER  AÑO  1996
1997  -  2004
52 X 70 cm.


Mundo subterrâneo sujo.
Armadilha por acesso de tamanho, mergulha-nos na escuridão de novos anos de sombra. A luz deixa alguma clareza de fundo em um recinto sempre ocupado por indivíduos com escrúpulos desconhecidos.
A decisão do pássaro, em clara representação daqueles que facilitam as mudanças no "centro de comando", atingiu a maior das suas dúvidas.
Tudo está molhado, sombrio, escorregadio, sinais de deterioração, remendado, não importa como e ponto de apoio.
E se nos aproximamos, com o risco de alertar este horror em detalhe, são centenas de peças que suportam a passagem ao ritmo de milhares de ausentes.
Uma realidade virtual apareceria diante de nossos olhos se essas duas armadilhas estivessem fechadas e enterradas sem voltar os eventos ligados ao terror, à ignomínia, ao roubo e à difamação.

               Dr. Abad

.
.
.
232