Algunos años

ALGUNOS AÑOS
1992
45 x 35 cm.

                                                                                                                       
Serenidade e equilíbrio, mas foi inútil porque você não se encontrou.
Uma rejeição imediata. Com o passar do tempo, cabelos grisalhos, rugas e expressão. Por que a reflexão e a aceitação da idade são tão difíceis se o olhar continua dizendo o que somos e aqui não houve mudanças.
Auto-crítica destrutiva, fiel aos princípios de rigidez dos tempos passados, onde na educação o respeito pelo outro prevalecia para a mortificação de si mesmo.
A idade é o melhor observador, longe dos conflitos, e cada dobra é uma, superada ou não, justificando a existência de alguém.
Magnífica análise de uma vida em cada traço e cor.

                Dr. Abad

.

.
218